Archive for Fevereiro, 2011

Plano declinado

28/02/2011

O Bernardo Motta chama à atenção aqui para o fim do programa “Plano Inclinado” de Mário Crespo.

Era dos poucos programas onde se falava com frontalidade, realismo e verdade (a tal verdade que Sócrates diz ser inspirada no programa ideológico de Oliveira Salazar).

Acabou.

Anúncios

SCUTS: EM MAIO DE 2005 TIVEMOS ESTA NOTICIA. LEMBRAM-SE?

25/02/2011

Em Maio de 2005, saiu em diversos órgãos de informação que o Governo tinha decidido aumentar os preços dos combustíveis em 2,5 cêntimos para financiar as SCUTS.

Pois é, muitos de vós já não se devem lembrar disso e por isso reproduzo  seguidamente uma dessas noticias, retirada do Diário de Noticias:

“Uma pequena parte da subida de preços dos combustíveis vai passar a financiar as auto-estradas sem portagens (Scut); nos próximos quatro anos, uma parcela do preço dos “maços” de cigarros, será destinada a cobrir o défice do sector da Saúde; o aumento do IVA, tinha já anunciado José Sócrates, é para ajudar a tapar o “buraco” da Segurança Social.

Para pagar as Scut, o Governo vai aumentar em 2,5 cêntimos o preço por litro dos combustíveis – gasolina e gasóleo. O aumento será feito em cada um dos próximos três anos, à margem do aumento normal que acompanha a inflação e a oscilação do preço do petróleo.

Para este ano, o Tribunal de Contas calcula que o custo das Scut deverá rondar os 254 milhões de euros. Em 2006, o Estado terá de despender pouco mais de 329 milhões de euros e no ano seguinte 589 milhões de euros. O calendário das contas obriga ainda a que, no conjunto dos dois últimos anos da década, o custo das auto-estradas atinja os 1,3 mil milhões de euros. Depois, entre 2010 e 2020, o financiamento anual obrigará ao emprego de 650 a 700 milhões de euros. Só a partir de 2021 é que é previsível o decréscimo dos custos anuais.”

Agora que as SCUTS são pagas, que tal decidirem baixar o custo dos combustíveis no valor correspondente ao financiamento das SCUTS de então? Estamos a falar de pelo menos 7,5 cêntimos por litro quer no gasóleo, quer na gasolina.

Portugal Promo 2011

24/02/2011

Último filme promocional do “Turismo de Portugal”, com muitas imagens do nosso querido Algarve

Quatro anos após o referendo…

22/02/2011

 

Quatro anos passados sobre o último referendo que liberalizou a prática do aborto em Portugal, em fevereiro de 2007, e que levou ao seu nascimento, a plataforma Algarve pela Vida mantém-se viva e a trabalhar em prol da defesa da vida.

Esta plataforma, fundada em abril de 2007, é constituída por uma rede de pessoas e instituições das mais diversas proveniências, orientações ou credos e tem como objetivo, por um lado, promover o apoio a pessoas em dificuldade, em particular grávidas e mães, e por outro, promover uma cultura da vida assim entendida desde a sua conceção até à morte natural.

Por ocasião desta efeméride, a plataforma Algarve pela Vida aproveitou para, através de uma pequena confraternização que decorreu no bar do Centro Paroquial de Nossa Senhora do Amparo, em Portimão, agradecer ao diretor e restante equipa da Rádio Costa D’Oiro a atribuição de uma rubrica diária sobre temas relacionados com a defesa da vida.

“A rubrica radiofónica diária que aborda temas tão variados como a toxicodependência, as dificuldades no casamento, a atividade de associações algarvias de solidariedade social, os problemas da adolescência, educação sexual entre muitas outras, enquadra-se plenamente neste contributo para a promoção de uma «cultura de vida» e para a formação de consciências cívicas mais ativas e solidárias”, considera a plataforma Algarve pela Vida.

Tendo em conta o atual momento de crise e aproveitando o facto de estarmos a viver o Ano Europeu do Voluntariado, a plataforma irá, em breve, organizar, em Portimão, algumas ações de sensibilização para o voluntariado e, em particular, em benefício das várias instituições de solidariedade social existentes no concelho.

A nível nacional, a plataforma associou-se também à petição lançada pela Federação Portuguesa pela Vida “Petição Aborto – Vemos, ouvimos e lemos – Não podemos ignorar!” que pretende uma maior moderação na aplicação exacerbada da atual legislação pró-aborto e que conta já com mais de 6.000 assinaturas.

Em outubro passado, a plataforma organizou em colaboração com a Federação Portuguesa pela Vida um encontro em Albufeira para mostrar que o Algarve é a região do país com maior taxa de incidência de aborto “por opção” da mulher (ver notícia).

A plataforma está também disponível através de um blogue onde, entre outras propostas, se pode encontrar o arquivo dos textos lidos na rubrica semanal na Rádio Costa D’Oiro

Fonte: Folha de Domingo

MAIS CASAS NA PRAIA DE FARO PODEM VIR A SER DEMOLIDAS

22/02/2011

O plano de pormenor da praia da ilha de Faro deverá estar concluído dentro de um mês e aponta para o avanço de demolições na zona desafectada, ou seja, na zona onde a Câmara de Faro tem jurisdição.

As demolições estavam previstas serem efectuadas apenas nos extremos da ilha, onde há casas clandestinas, mas Valentina Calixto, presidente do conselho de administração Sociedade Polis Ria Formosa, indica que os estudos técnicos prevêem mais do que isso.

«As soluções técnias dos especialistas avançam para a construção de uma duna, em toda a extensão da ilha de Faro, no sentido de reforçar o cordão dunar e criar uma barreira protectora que permita que o mar não atravesse a ilha. Agora vai ter consequências, ou seja, onde a duna for construída vamos ter que demolir casas», explicou.

Na zona desafectada há centenas de casas, mas a Sociedade Polis não revela quando poderão ser destruídas.

Ao longo dos anos, a autarquia de Faro vendeu alguns terrenos aos proprietários, mas a grande maioria paga um aluguer do espaço à Câmara Municipal.

Fonte: TSF

ACESSIBILIDADES E TRANSPORTES DISCUTIDOS EM FARO

11/02/2011

A FARO 1540 – Associação de Defesa e Promoção do Património Ambiental e Cultural de Faro, vai promover no próximo dia 18 de Fevereiro (6ª feira), por volta das 21h30, no Salão Nobre da Sociedade Recreativa Artística Farense mais uma edição das conferências “Cidades pela Retoma”, desta feita dedicado ao tema das Acessibilidades e Transportes. A entrada é livre!

Teresa Correia, Vereadora da Câmara Municipal de Faro e Ilídio Mestre,
Director do Instituto Superior de Engenharia da Universidade do Algarve são os oradores convidados, a que se seguirá um período de debate onde se espera abordar temas relacionados com os transportes públicos, trânsito, estacionamento e ciclovias em Faro.

A nível regional o tema das portagens na Via do Infante e as implicações económicas e de circulação rodoviária que daí resultarão para a região serão também discutidas.

Recorde-se que esta iniciativa inserida no âmbito do Movimento Cívico
“Cidades pela Retoma” pretende desenvolver em Faro um fórum de debate que deverá mobilizar os cidadãos a participar num exercício de reflexão colectiva sobre o papel das cidades na actual fase de desenvolvimento do país, que vise identificar e avaliar os seus recursos com potencial para o desenvolvimento económico e social e ajudar a definir uma ‘agenda local para a retoma’.

O espírito de S.Brás de Alportel

08/02/2011

No meio da crise que atravessamos, por vezes, sabe bem reflectir em coisas diferentes e mais positivas. E, nesse particular, os que vivem em S.Brás de Alportel são uns privilegiados porque aí respira-se um espírito que lhe é muito próprio e que tem um forte pendor comunitário raro, para não dizer mesmo, em vias de extinção. Nem Faro, nem Olhão, nem Tavira beneficiam deste espírito que, a meu ver se traduz em três características:

1) Desde logo o espírito de laboriosidade das terras de S.Brás de Alportel conotado com a actividade da extracção e transformação da cortiça, mas também  associado a marcas de prestígio, a nível regional, naciona e até internacional nas áreas da construção civil e materiais para construção, distribuição horto-frutícola,  doçaria e gastronomia regionais, pneus e sector automóvel, entre outros. E, também aqui se nota o sentimento comunitário dos sambrazenses, em querer trabalhar bem e com preços competitivos, para poder servir melhor os outros para que os outros, da mesma forma, possam, por sua vez, na sua área profissional e de actuação, servir todos aqueles. Por outras palavras, dar para melhor receber e receber para melhor dar.

2) A solidariedade e o sentido de entre-ajuda mútua, independentemente e em respeito das diferentes opções religiosas, políticas, pessoais ou até de orientação sexual de cada um. Faz-me, aliás, lembrar o filme do “Pay it forward” ou “favores em cadeia” em que alguém recebia um favor de outro para, por sua vez, fazer um novo favor a uma pessoa diferente. Aqui cuida-se do que é nosso e do que é de cada um porque o que é bom para um, será bom para todos e para a prossecução do bem comum. Por isso, nota-se também uma união e um certo bairrismo, mas um bairrismo sadio e positivo. Por alguma razão, aliás, o principal clube desportivo se chama precisamente “União”, de “União sambrazense”. Além das várias instituições e iniciativas de solidariedade social (Misericórdia, S.Brás Solidário, Exército de salvação, entre outras), vive-se muito o outro e as suas preocupações e um dos momentos em que isso se torna mais evidente é, entre outros, nos funerais onde se sente a presença da comunidade próxima e até da menos próxima. Ficar-me-à na memória o dia do enterro do Dr José Pires, anterior presidente da Câmara Municipal, onde S.Brás se deslocou em peso, deixando as ruas praticamente desertas num forte gesto de reconhecimento e solidariedade.

3) Em último lugar, a forma como S.Brás integra nas suas tradições e no seu espírito as gentes que vêm de fora (Por ex. Na procissão das flores podem-se ver já muitos imigrantes de leste). Não são os que vêm de fora que descaracterizam o espírito de S.Brás, é precisamente o contrário, é o espírito de comunidade, solidariedade e entre-ajuda que “contamina” por assim dizer os estrangeiros e portugueses que para cá vêm morar.

Assim, no meio desta mingua toda, os que vivem em S.Brás são mesmo uns privilegiados.

Artigo publicado na edição de Fevereiro do mensário “Notícias de S.Brás”

ATÉ OS JORNAIS DO SENEGAL JÁ FALAM DE PORTUGAL

02/02/2011

Esta é a noticia que vem num jornal vendido no Senegal e que refere a fome e a miséria que muitas crianças portuguesas estão a passar.

Será que a situação de Portugal já está assim tão mal, para virem relatos destes num jornal vendido nesta ex colónia francesa?

OVNI EM JERUSALÉM NO PASSADO DIA 28 DE JANEIRO

01/02/2011

Foi observado a 28 de Janeiro, por volta da 01 hora da madrugada, em Jerusalém um OVNI.

Este avistamento consiste numa luz descendente até à Cúpula da Rocha no Monte do Templo e após alguns segundos a pairar sobre a cúpula dispara em direcção ao céu sob um flash de grande intensidade. Uma vez no céu, consegue-se observar umas ténues luzes avermelhadas que parecem mostrar o contorno de um disco voador ou nave mãe.

O lugar sagrado onde ocorreu o avistamento é visto como um nó de conexão entre o céu e a terra tanto por judeus como por muçulmanos. Para os muçulmanos o centro da Cúpula é o ponto desde o qual Maomé ascendeu ao céu, acompanhado pelo anjo Gabriel e para os judeus é onde Jacob viu a escada para o céu e onde se encontra o coração do templo de Jerusalém.

Este é um segundo vídeo com a gravação do mesmo avistamento:

E este é um terceiro vídeo que mostra outra perspectiva do mesmo fenómeno: