Archive for the ‘Jogos e Divertimento’ Category

A nossa boa consciência a falar

19/05/2011

Anúncios

Kadafi fala aos portugueses

05/03/2011

ANEDOTÁRIO

30/12/2009

Estas são piadas retiradas do livro ‘Desordem no tribunal’.

São coisas que as pessoas realmente disseram, e que foram transcritas textualmente pelos taquígrafos, que tiveram que permanecer calmos enquanto estes diálogos realmente aconteciam à sua frente.

Advogado: Qual é a data do seu aniversário?

Testemunha: 15 de Julho.

Advogado: Que ano?

Testemunha: Todos os anos.

______________________________________________

Advogado: Essa doença, a miastenia gravis, afecta a sua memória?

Testemunha: Sim.

Advogado: E de que modo ela afecta a sua memória?

Testemunha: Eu esqueço-me das coisas.

Advogado: Esquece… Pode nos dar um exemplo de algo que você tenha esquecido?

__________________

Advogado: Que idade tem o seu filho?

Testemunha: 38 ou 35, não me lembro.

Advogado: Há quanto tempo ele mora com você?

Testemunha: Há 45 anos.

 _____________________________________________

Advogado: Qual foi a primeira coisa que o seu marido disse quando acordou aquela manhã?

Testemunha: Ele disse, ‘Onde estás, Berta? ‘

Advogado: E por que é que se aborreceu?

Testemunha: O meu nome é Célia.

______________________________________________

Advogado: Diga-me, doutor… não é verdade que, ao morrer no sono, a pessoa só saberá que morreu na manhã seguinte?

_____________________________________________

Advogado: O seu filho mais novo, o de 20 anos…

Testemunha: Sim.

Advogado: Que idade é que ele tem?

______________________________________________

Advogado: Sobre esta foto sua…o senhor estava presente quando ela foi tirada?

_____________________________________________

Advogado: Então, a data de concepção do seu bebé foi 8 de Agosto?

Testemunha: Sim, foi.

Advogado: E o que é que estava a fazer nesse dia?

_____________________________________________

Advogado: Ela tinha 3 filhos, certo?

Testemunha: Certo.

Advogado: Quantos meninos?

Testemunha: Nenhum.

Advogado: E quantas eram meninas?

______________________________________________

Advogado: Sr. Marcos, por que acabou o seu primeiro casamento?

Testemunha: Por morte do cônjuge.

Advogado: E por morte de que cônjuge ele acabou?

CAMUFLAGEM

08/12/2009

FARO É FARO NO GATO FEDORENTO

04/10/2009