Posts Tagged ‘Baixa’

EDIFÍCIO NA BAIXA FARENSE ESTÁ A GERAR POLÉMICA

29/03/2010

A Associação de Defesa e Promoção do Património Ambiental e Cultural de Faro, “FARO 1540″, veio a público manifestar a sua discordância e o seu desagrado com os acabamentos verificados no recente prédio reconstruído na baixa da cidade de Faro, na intersecção entre a Rua de Santo António e a Rua 1º de Dezembro.

Afirma a “FARO 1540″ que não se pode aceitar que em 2010 continuem a surgir edifícios que descaracterizam a envolvência arquitectónica da baixa farense, repetindo-se os mesmos erros que foram cometidos no passado onde existia uma menor sensibilidade e conhecimento sobre a importância de preservar o traço arquitectónico da identidade e da história do nosso património. Sobretudo quando um pouco por toda a Europa se vê investimentos de avultadas importâncias na recuperação e valorização de fachadas e de edifícios antigos nas zonas mais nobres das cidades.

Neste sentido, a “FARO 1540″ apela para que o bom senso impere e sugere que sejam alteradas algumas das características deste prédio nomeadamente: a substituição da cor amarelo berrante por um tom mais suave; a colocação de cantarias ou molduras em pedra nas janelas; a adaptação destas ao traçado das janelas dos prédios contíguos; e na colocação de algumas sacadas típicas de forma a suavizar ao máximo o impacto visual e devolver ao prédio algumas das características da envolvente onde está inserido.

Anúncios

CAFÉ ALIANÇA ENCERROU

16/02/2009

De acordo com o jornal Sol, uma ordem de despejo decretada pelo tribunal de Faro estará na origem do encerramento do centenário café Aliança, na baixa da cidade, adiantou hoje a Câmara Municipal, que pretende salvaguardar o património cultural do estabelecimento.

«Um litígio judicial entre o senhorio e o inquilino do café Aliança resultou, ao que tudo indica, numa ordem do tribunal para despejo. Por orientação do presidente da Câmara de Faro, José Apolinário, técnicos do serviço de Cultura e Património do município de Faro acompanham a intervenção judicial no sentido de salvaguardar a defesa do património material do café Aliança», explicou a autarquia num comunicado.

«Com esta posição o município quis garantir que a memória do café Aliança, assim como o seu recheio, constituído em muitos aspectos por peças únicas e de indiscutível valor cultural, fiquem, protegidos enquanto referência histórica e cultural da cidade, independentemente das questões judiciais entre o proprietário e inquilino».

O café Aliança está entre os 3 mais antigos cafés do país, a par d’A Brasileira, em Lisboa, e do Majestic no Porto, sendo palco ao longo deste mais de um século de existência, de diversas tertúlias de intelectuais e visitado por ilustres como Fernando Pessoa, Marguerite Yourcenar ou Simone de Beauvoir.

Na base da acção de despejo está uma queixa do senhorio devido ao alegado incumprimento no pagamento das rendas, que a ser verdade (o tribunal confirmou) tem toda a legitimidade para o fazer, pois não é pelo facto do café ter um alto valor cultural e ser um dos mais antigos do país que dá o direito aos proprietários de faltarem constantemente às suas responsabilidades.

Antes pelo contrário, deveriam ter orgulho pelo facto de gerirem um dos mais antigos espaços comerciais do país e zelar para que situações como esta não ocorressem. Infelizmente isso não aconteceu, e o resultado é este. Faro fica sem o seu mais antigo café e perde um local carregado de histórias e recordações.