Posts Tagged ‘BE’

BARÓMETRO POLÍTICO DE MAIO

07/06/2010

De acordo com a sondagem mensal realizada pela Marktest para o Barómetro Político, o PSD reforçou a sua liderança em relação ao mês de Abril representando no final do mês de Maio praticamente 44% (43,9%) das intenções de voto. O PS continua a descer a pique e soma agora 27,6%.

O BE também parece que sentiu a subida do PSD situando-se agora na casa dos 7,7%, valor idêntico para o CDS que este mês recuperou mais de 3%, embora distante dos valores com duas casas que alcançava quando o PSD apresentava scores mais modestos.

Por fim surge a CDU, que parece ser o único partido que não sente a influência da onda laranja andando já há vários meses na marca dos 7% (7,1%).

RESULTADOS DAS ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS – FARO

12/10/2009

130 votos. Foi o número que deu a vitória e a maioria absoluta (com 5 mandatos) a Macário Correia, contra José Apolinário (4 mandatos). Este resultado foi, seguramente, dos resultados mais nivelados da história da democracia portuguesa revelando o clima, a bipolarização e o equilibrio com que a campanha eleitoral decorreu.

A CDU, os independentes CFC e o BE não obtiveram resultados suficientes para eleger um vereador para a Câmara Municipal. Para a Assembleia Municipal o Partido Socialista saiu-se vencedor obtendo 12 mandatos, contra 11 obtidos pela coligação “Faro está primeiro”, 2 por parte da CDU, 1 por parte dos CFC e 1 do BE. Destaque para o PNR que concorreu só para a Assembleia Municipal  e obtem quase 2% do eleitorado.

Para as Juntas de Freguesia, o PS manteve a Conceição e a Sé, perdendo para a coligação “Faro está primeiro” Montenegro. A CDU manteve com maioria absolutissima Santa Bárbara de Nexe enquanto que S. Pedro e Estoi permaneceu social-democrata (e seus coligados).

No concelho de Faro estavam inscritos 54.450 eleitores, tendo votado 31.264, ou seja, houve uma taxa de abstenção de 42,58%. A nível nacional o PSD apesar de ter perdido 19 câmaras, continuou a ser o partido mais votado e com mais câmaras conquistadas. O PS ganhou 20 e a CDU perdeu 4 concelhos. 7 Câmaras são geridas por independentes e o CDS e o BE têm 1 câmara cada.

Fica aqui em baixo os resultados das eleições farenses:

Câmara Municipal

PSD-CDS-MPT-PPM: 42,67%

PS: 42,25%

CDU: 5,25%

CFC: 4,12%

BE: 3,04%

Brancos: 1,60%

Nulos: 1,07%

Assembleia Municipal

PS: 38,51%

PSD-CDS-MPT-PPM: 38,20%

CDU: 7,19%

CFC: 4,80%

BE: 6,38%

PNR: 1,71%

Brancos: 1,94%

Nulos: 1,19%

Assembleia de Freguesia

             Sé / Montenegro / São Pedro / Conceição / Estoi / Santa Bárbara

PS: 44,11% / 38,90% / 36,21% / 58,30% / 37,13% / 14,86%  

PSD: 36,30% / 43,01% / 43,65% / 26,32% / 43,06% / 26%

CDU: 6,21% / 3,99% / 7,34% / 6,67% / 11,40% / 49,41%

CFC:  4,58% / 4,83% / 3,92% / 5,06% / 3,95% / 5,41%

BE: 5,87% / 5,92% / 5,94% / —– / —– / —–         

Brancos: 1,87% / 2,33% / 1,7% / 1,6% / 2,43% / 2,27%

Nulos: 1,07% / 1,03% / 1,25% / 2,06% / 2,03 % / 2,05%

FARO AO RUBRO – Novas Sondagens

09/10/2009

Depois da sondagem do Correio da Manhã/Aximage, ontem foi dia de serem divulgadas mais duas sondagens para Faro.

A sondagem Expresso/SIC/Renascença/Eurosondagem, que tem ainda um número significativo de indecisos (12,5%) foi realizada, tal como a Aximage, por via telefónica a 503 pessoas e o resultado foi o seguinte:

Macário (PSD/CDS/PPM/MPT): 38,4% – 42,6% (4 a 5 mandatos)

Apolinário (PS): 34,9% – 39,1% (4 a 5 mandatos)

Vitorino (CFC): 7,1% – 8,9% (0 a 1 mandato)

Mendonça (CDU): 5,3% – 6,9% (0 mandatos)

Brandão (BE): 4,1% – 5,5%  (0 mandatos)

Indecisos: 12,5%

Erro: 4,35%

Já a sondagem realizada pela Intercampus para a TVI e Rádio Clube, pelo sistema directo e presencial de simulação de voto directo em urna dá a vitória a José Apolinário, por 2,3%.

Apolinário (PS): 38,5%

Macário (PSD/CDS/PPM/MPT): 36,2% 

Mendonça (CDU): 7,9%

Vitorino (CFC): 6,7%

Brandã0 (BE): 6,7%

Brancos e Nulos: 4%

Indecisos: 8,3%

Erro: 4%

SONDAGEM PARA FARO – CM/AXIMAGE

07/10/2009

A 4 dias das eleições autárquicas, o jornal Correio da Manhã/Aximage publicou uma sondagem do “cenário” autárquico de Faro.

De acordo com este estudo, Macário Correia, que lidera a coligação FARO ESTÁ PRIMEIRO, composta pelos partidos PSD, CDS, PPM e MPT tem uma vantagem de 2% sobre o seu mais directo adversário, José Apolinário, do Partido Socialista. Pelos resultados desta sondagem, quem vencer estas eleições conseguirá a maioria absoluta na Câmara Municipal.

Mais cá em baixo surge António Mendonça da CDU (6,1%) e José Vitorino, que lidera um grupo de independentes, com cerca de 5%. Em último lugar surge o Bloco de Esquerda que não chega aos 3%, o que  é uma verdadeira surpresa, mas pela negativa, uma vez que o BE ultrapassou a fasquia dos 15% nas eleições Europeias e Legislativas no concelho de Faro e por esse facto, estava esperançado numa votação a rondar os 8,5% que permitisse eleger um vereador em Faro.

Apesar de tudo, creio que José Vitorino e João Brandão ainda vão subir nas intenções de voto, tanto mais que 39,2% das pessoas inquiridas nesta sondagem disseram que não tinham intenções de votar e estra franja de eleitorado, se mudar de opinião, quase de certeza que reforçará a votação dos dois candidatos referidos. Existem ainda 4% de indecisos, que poderão ainda influenciar o resultado. 

Macário Correia (PSD/CDS/PPM/MPT) – 41,1%

José Apolinário (PS) – 39,1%

António Mendonça (CDU) – 6,1%

José Vitorino (CFC) – 4,9%

João Brandão (BE) – 2,6%

Brancos e Nulos – 4%

Indecisos – 4%

Não vão votar – 39,2%

Erro – 4,38%

RESULTADOS DAS LEGISLATIVAS 2009

28/09/2009

Decorreram ontem as eleições legislativas 2009, saindo-se vencedor o Partido Socialista de José Sócrates, com 36,56%, embora longe da maioria absoluta. Apesar da vitória (uma “Extraordinária Vitória” de acordo com José Sócrates), é de realçar que este é um dos piores resultados de sempre do Partido Socialista, perdendo em relação a 2005, 24 deputados, totalizando agora 96 mandatos. Só no Algarve o PS perde 3 deputados (1 para o PSD, 1 para o BE e 1 para o CDS), ficando agora com 3 deputados pelo Algarve, o mesmo número alcançado pelo PSD.

A taxa de abstenção em 2009 foi ligeiramente superior à verificada em 2005, cifrando-se em 39,40%. Desta vez, ao contrário do que se sucedeu nas eleições Europeias do passado mês de Junho, as sondagens realizadas na última semana de campanha e as projecções à boca da urna corresponderam genericamente à verdade.

O PSD de Manuela Ferreira Leite tem um resultado desastroso, alcançando 78 deputados (mais 6 em relação a 2005) e obtendo uma percentagem pouco acima da percentagem alcançada por Pedro Santana Lopes em 2005 (28,70%), que como todos sabemos concorreu em condições extremamente dificeis. Nas suas declarações, Manuela Ferreira Leite apesar de assumir as suas responsabilidades, tentou desdramatizar o péssimo resultado que obteve, como se nada de especial tivesse acontecido e “agarrando-se” às eleições autárquicas que aí vêm. Mas este assunto (eleições europeias, legislativas e autárquicas) terá forçosamente de ser bem discutido internamente.  

O CDS alcança o seu melhor resultado dos últimos 26 anos, fruto de uma boa franja de eleitorado descontente do PSD, chegando aos dois dígitos em termos percentuais (10,46%) e alcançando 21 deputados contra os 12 alcançandos em 2005, passando a ser a 3ª força política mais votada e com deputados eleitos em círculos eleitorais de Norte a Sul do País e Ilhas (Madeira), sendo por este facto, pela primeira vez, um verdadeiro partido “nacional”.

O Bloco de Esquerda teve um resultado “demolidor” no Algarve e em Faro ultrapassando os 15%, elegendo folgadamente um deputado por este círculo eleitoral. A nível nacional, o BE ficou-se pelos 9,85%, duplicando o seu número de mandatos que passa a ser de 16 deputados.

A CDU subiu ligeiramente conseguindo conquistar mais 1 deputado (agora 15) em relação a 2005.

Resultados a nível Nacional

PS: 36,56% – 96 deputados

PSD: 29,09% – 78 deputados

CDS: 10,46% – 21 deputados

BE: 9,85% – 16 deputados

CDU: 7,88% – 15 deputados

outros: 3,11%

Brancos/Nulos: 3,05%

Abstenção: 39,40%

Resultados no Algarve

PS: 31,86% – 3 deputados

PSD: 26,16% – 3 deputados

CDS: 10,71% – 1 deputado

BE: 15,38% – 1 deputado

CDU: 7,75%

outros: 4,46%

Brancos/Nulos: 3,68%

Abstenção: 41,02%

Resultados no Concelho de Faro

PS: 32,90%

PSD: 26,05%

BE: 15,38%

CDS: 10,43%

CDU: 8,0%

outros: 3,14%

Brancos/Nulos: 4,10%

Abstenção: 40,96%

GATO FEDORENTO ESMIUÇANDO FRANCISCO LOUÇÃ

25/09/2009

SONDAGENS PARA AS LEGISLATIVAS

25/09/2009

Nos últimos dias foram realizadas diversas sondagens para as eleições legislativas 2009. Assim, ficam aqui registadas as últimas três sondagens disponiveis antes das eleições e que são as do Público – Intercampus/ RTP – Universidade Católica / Correio da Manhã – Aximage.  

PS: 38% / 38% / 38,8%

PSD: 29,9% / 30% /29,1%

BE: 9,4% / 11% / 10%

PCP: 8,4% / 7 % / 8,4%

CDS: 7,7% / 8% / 8,6%

O Partido Socialista vence, mas ainda fica longe da maioria absoluta. O PSD tem uma ligeira melhoria em relação à votação alcançada por Pedro Santana Lopes, mas fica aquém das expectativas, mais que não seja, pelas expectativas criadas com a vitória alcançada nas Europeias por Jorge Rangel.

O BE continua a sua escalada ascendente e prevê-se que duplique o número de deputados na Assembleia da República. O PCP praticamente mantém o seu eleitorado e o CDS está em franca ascenção, tanto mais que este partido é sempre penalizado nas sondagens.

Domingo veremos se os cidadãos confirmam estes resultados, ou, à semelhança do que se sucedeu nas Europeias alteram à boca da urna o seu sentido de voto.

BARÓMETRO POlÍTICO DE JUNHO

13/07/2009

Manuela Ferreira Leite tem razões para estar feliz. Depois da vitória alcançada nas Europeias, tem obtido uma série de resultados em sondagens que a dão empatada com José Sócrates e para além disso, no Barómetro Político referente ao mês de Junho, obtém uma vantagem de mais de 1% sobre o PS que após uma estabilização na casa dos 36%, volta a cair para os 34,5%.

Por sua vez, o PSD foi o partido que mais subiu e passou dos 29% para 35,8%, o que representa uma subida de quase 7%, passando a ser a força política que lidera o barómetro político, coisa que não acontecia desde 2004.

O BE após um período de subidas consecutivas regista uma quebra situando-se agora na casa dos 13%, tendência essa também seguida pela CDU que volta a cair para um valor abaixo dos 8%.

A seguir a tendência de socialistas, comunistas e bloquistas, o CDS também desce ficando agora com pouco mais de 4%, um dos valores mais baixos registados pelo barómetro político para esta força política.

De referir que os partidos mais à esquerda (CDU e BE) juntos valem agora cerca de 20% e que o PSD foi o único partido a subir este mês indo buscar eleitorado a todas as forças políticas aqui representadas.

PSD – 35,8%
PS – 34,5%
BE – 13,1%
CDU – 7,7%
CDS – 4,4%

PS E PSD EM EMPATE TÉCNICO

11/07/2009

De acordo com uma sondagem encomendada pelo Correio da Manhã à Aximage, apenas 2 décimas separam PS e PSD nas intenções de voto para as legislativas, o que significa que, se as eleições fossem hoje, José Sócrates e Manuela Ferreira Leite registariam um empate técnico.

PS: 30,5%
PSD: 30,3%
BE: 13,3%
CDU:9,5%
CDS: 6,1%

Data: 10 de Julho

BARÓMETRO POLÍTICO DE MAIO

06/06/2009

No Barómetro Político referente ao mês de Maio, efectuado pela Marktest, após as cinco descidas consecutivas, verifica-se uma estabilização do Partido Socialista na casa dos 36%.

Por sua vez, o PSD que tinha tido uma descida de quase 2% recuperou esses valores situando-se agora perto dos 29%.

O BE continua a subir e está muito perto dos 15%, enquanto que a CDU, que no último mês tinha invertido uma tendência descendente,  cai novamente, desta vez para os 9%, apresentando um dos resultados mais baixos do último ano. 

Tal como os comunistas, o CDS volta a descer ficando agora com pouco mais de 7%.

De referir que os partidos mais à esquerda (CDU e BE) juntos valem agora cerca de 24% e que o PSD e o CDS juntos, que à um mês atrás estavam à frente do PS estão agora empatados com os socialistas com 36%.

VotoAssembleia200905

SONDAGEM PARA AS ELEIÇÕES EUROPEIAS

23/05/2009

A Eurosondagem realizou entre 17 e 20 de Maio de 2009, uma sondagem telefónica , a 2048 pessoas, referente às eleições Europeias de 7 de Junho e obteve os seguintes resultados:

PS: 34,3%
PSD: 32,1%
BE: 10,1%
CDU: 8,9%
CDS-PP: 6,9%
Outros/Brancos/Nulos: 7,7%

Assim, aplicando o método de Hondt a estes resultados temos a seguinte divisão para as 22 cadeiras de Eurodeputados atribuídos a Portugal:

PS: 9 eurodeputados
PSD: 8
BE: 2
CDU: 2
CDS: 1

BARÓMETRO POLÍTICO DE ABRIL

02/05/2009

No Barómetro Político referente ao mês de Abril, efectuado pela Marktest, verifica-se a quinta descida consecutiva para o Partido Socialista, parecendo contudo a estabilizar na casa dos 36%.

Por sua vez, o PSD que estava praticamente inalterável na casa dos 28%, tem agora uma descida de 2%, ficando com 26,4%, voltando aos seus piores resultados de sempre. Recorde-se que o PSD teve uma subida apenas em Fevereiro e Março na casa dos 2% possivelmente fruto do “caso” Freeport e do descontentamento generalizado provocado pela crise nacional.

O CDS caí ligeiramente mas continua perto dos 9%, contudo, ao contrário do mês de Março, o PSD e o CDS juntos valem agora menos do que o PS.

A CDU que vinha a descer consecutivamente desde Janeiro, inverteu essa tendência e está agora com 11,2% e o BE também subiu estando agora com 13,4% permanecendo como a 3ª força política mais votada. É de referir que a CDU e o BE juntos obtêm um score de 24,6%, quase o mesmo que o PSD.

votoassembleia200904

BARÓMETRO POLÍTICO DE FEVEREIRO

05/03/2009

O barómetro político do mês de Fevereiro já está disponivel e apesar do escândalo “Freeport” o PS permanece quase inalterado, registando agora 38,2%, afastando-se contudo da maioria absoluta. Em relação ao mês de Janeiro, os laranjas acusam uma boa subida (cerca de 4%), estando agora com 28,8% recuperando os votos que tinham fugido em Janeiro para o CDS que neste momento caíu dos 9,7% para os 4,1% nas intenções de voto.

Contudo, os socialistas continuam com uma folga significativa em relação ao PSD que se cifra em mais de 9%. Em 3º lugar na tabela surge agora o BE que registou uma subida de mais de 4%, estando agora com 14% das intenções de voto, indo conquistar eleitorado ao PS e à CDU. Os comunistas registaram uma ligeira descida e se analisarmos a sua oscilação ao longo dos meses conclui-se que o eleitorado deste partido fica a rondar os 10,5%.

Mais uma vez, é de destacar que o Bloco e o PCP juntos representam agora quase 25% do eleitorado (mais 3% que em Janeiro), estando quase equiparados aos social democratas.

votoassembleia2009021

BARÓMETRO POLÍTICO

06/02/2009

O barómetro político do mês de Janeiro já está disponivel e continua-se a ver a queda do PSD nas intenções de voto. Em contraste assiste-se ao crescimento do CDS (que alcançou os 9,7%), pela transferência directa de votos da ala laranja,agora com 24,9%, para os centristas.

O PS, com 39,6%, permanece praticamente estável e a CDU (11,9%) conquista agora a 3ª posição, trocando com o BE (10,1%). Contudo pode-se considerar estes 2 partidos com a mesma percentagem nas intenções de voto até pelas constantes trocas de posição na tabela. É de destacar que o Bloco e o PCP juntos representam agora 22% do eleitorado.

votoassembleia200901