Posts Tagged ‘documentario’

DOCUMENTÁRIO “QUEM SE IMPORTA” É EXIBIDO EM FARO

17/05/2013

A “FARO 1540” vai exibir no dia 24 de Maio (6ª feira), às 22h30, nas suas instalações localizadas na Rua Pedro Nunes, n.º 14 – Faro o filme/documentário da reputada realizadora brasileira Mara Mourão “Quem se importa”.

Este documentário foi no passado mês de Dezembro o vencedor do Festival de Cinema Documental em Miami – DocMiami e marcou presença em vários festivais mundiais destacando-se o Festival Internacional de Cinema de Washington, na 6ª Mostra de Cinema de Direitos Humanos na América do Sul e no Festival de Cinema de Heartland.

QUEM SE IMPORTA é uma longa-metragem com 95 minutos de duração, que mostra o trabalho de 18 empreendedores sociais, cujas ideias visionárias já transformaram milhões de vidas à escala global. Recomendado pela UNESCO, este documentário foi lançado em Portugal pela fundação EDP, que gentilmente cedeu os direitos de exibição à “FARO 1540“, acreditando que esta é uma oportunidade que pode marcar a diferença junto da comunidade farense no despertar de consciências e na mobilização para o exercício de uma cidadania mais activa.

QUEM SE IMPORTA é mais do que um filme, é um movimento que procura abrir um amplo debate sobre sustentabilidade, ética e cidadania, mostrando e reforçando a crença de que é possível acabar com os grandes problemas da humanidade.

Venham ver como! A entrada é livre.

Imagem_Quem_se_importa

Anúncios

PRAIA DE FARO VAI TER DOCUMENTÁRIO

01/02/2010

“Ilha” é o primeiro documentário cinematográfico realizado sobre a comunidade de pescadores e mariscadores que habita a Praia de Faro há mais de meio século. Com narração do cantor José Mário Branco, o trabalho tem estreia marcada para Maio, na RTP 2.

Gravado em vídeo digital, “Ilha” é a segunda produção audiovisual da editora algarvia “Livremeio Produções”, com sede em Faro, e as gravações realizaram-se ao longo das quatro estações do ano para captar o “modus vivendi” da aldeia – nome não oficial – piscatória, que, embora tenha luz e água, não dispõe de saneamento básico.

Em entrevista à agência Lusa, os realizadores, Mauro Amaral, 33 anos, e Carlos Fraga, 56, definem o resultado final como um documento intimista e plural que aborda a autenticidade dos pescadores e o medo de verem as suas casas demolidas pelo “Polis Ria Formosa”, um programa governamental para requalificar 48 quilómetros de frente costeira desde a Praia de Vale do Lobo até Vila Real de Santo António.

No entanto, Carlos Fraga refere que não queriam que o resultado final se transformasse num filme “panfletário” com um só ponto de vista e, por isso, foram entrevistadas várias pessoas, nomeadamente um especialista em erosão costeira da Universidade do Algarve.

A narrativa do “Ilha” foi escrita por jovens poetas algarvios e dita pelo músico José Mário Branco e deverá estrear “ainda antes do Verão no canal RTP 2”, adiantou a dupla de realizadores, salientando que também a música é “made in Algarve” e criada especificamente para o projecto cinematográfico.

O filme de índole informativa tem uma duração de 54 minutos, entrevista 11 pessoas, todos homens, e vai candidatar-se ao Festival de Cinema Independente de Lisboa, o “Indie”.

Fonte: Jornal Público