Posts Tagged ‘Legislativas’

MAIS RECENTE COLECTÂNEA DE SONDAGENS PARA AS LEGISLATIVAS

10/05/2011

A um mês das eleições legislativas fica aqui registado uma colectânea com as mais recentes sondagens realizadas para as eleições legislativas.

Apesar de duas sondagens darem uma vitória ao PS de um modo geral, o PSD tem uma vantagem de 3 % sobre o PS, embora tenha vindo a descer gradualmente. O CDS está consolidado entre os 10 e 11%, com tendência para subir.

O BE ronda os 7% enquanto que a CDU mantém a sua votação tradicional.

Para consultarem sondagens mais antigas devem ir ao post mais em baixo, datado de 15 de Abril.

Fonte: Grupo Marktest
Anúncios

RESULTADOS DAS LEGISLATIVAS 2009

28/09/2009

Decorreram ontem as eleições legislativas 2009, saindo-se vencedor o Partido Socialista de José Sócrates, com 36,56%, embora longe da maioria absoluta. Apesar da vitória (uma “Extraordinária Vitória” de acordo com José Sócrates), é de realçar que este é um dos piores resultados de sempre do Partido Socialista, perdendo em relação a 2005, 24 deputados, totalizando agora 96 mandatos. Só no Algarve o PS perde 3 deputados (1 para o PSD, 1 para o BE e 1 para o CDS), ficando agora com 3 deputados pelo Algarve, o mesmo número alcançado pelo PSD.

A taxa de abstenção em 2009 foi ligeiramente superior à verificada em 2005, cifrando-se em 39,40%. Desta vez, ao contrário do que se sucedeu nas eleições Europeias do passado mês de Junho, as sondagens realizadas na última semana de campanha e as projecções à boca da urna corresponderam genericamente à verdade.

O PSD de Manuela Ferreira Leite tem um resultado desastroso, alcançando 78 deputados (mais 6 em relação a 2005) e obtendo uma percentagem pouco acima da percentagem alcançada por Pedro Santana Lopes em 2005 (28,70%), que como todos sabemos concorreu em condições extremamente dificeis. Nas suas declarações, Manuela Ferreira Leite apesar de assumir as suas responsabilidades, tentou desdramatizar o péssimo resultado que obteve, como se nada de especial tivesse acontecido e “agarrando-se” às eleições autárquicas que aí vêm. Mas este assunto (eleições europeias, legislativas e autárquicas) terá forçosamente de ser bem discutido internamente.  

O CDS alcança o seu melhor resultado dos últimos 26 anos, fruto de uma boa franja de eleitorado descontente do PSD, chegando aos dois dígitos em termos percentuais (10,46%) e alcançando 21 deputados contra os 12 alcançandos em 2005, passando a ser a 3ª força política mais votada e com deputados eleitos em círculos eleitorais de Norte a Sul do País e Ilhas (Madeira), sendo por este facto, pela primeira vez, um verdadeiro partido “nacional”.

O Bloco de Esquerda teve um resultado “demolidor” no Algarve e em Faro ultrapassando os 15%, elegendo folgadamente um deputado por este círculo eleitoral. A nível nacional, o BE ficou-se pelos 9,85%, duplicando o seu número de mandatos que passa a ser de 16 deputados.

A CDU subiu ligeiramente conseguindo conquistar mais 1 deputado (agora 15) em relação a 2005.

Resultados a nível Nacional

PS: 36,56% – 96 deputados

PSD: 29,09% – 78 deputados

CDS: 10,46% – 21 deputados

BE: 9,85% – 16 deputados

CDU: 7,88% – 15 deputados

outros: 3,11%

Brancos/Nulos: 3,05%

Abstenção: 39,40%

Resultados no Algarve

PS: 31,86% – 3 deputados

PSD: 26,16% – 3 deputados

CDS: 10,71% – 1 deputado

BE: 15,38% – 1 deputado

CDU: 7,75%

outros: 4,46%

Brancos/Nulos: 3,68%

Abstenção: 41,02%

Resultados no Concelho de Faro

PS: 32,90%

PSD: 26,05%

BE: 15,38%

CDS: 10,43%

CDU: 8,0%

outros: 3,14%

Brancos/Nulos: 4,10%

Abstenção: 40,96%

AFLUÊNCIA NAS LEGISLATIVAS

27/09/2009

A pouco mais de três horas do encerramento das urnas, já votaram 43,3% dos eleitores.

Tradicionalmente, as últimas 3 horas são de grande afluência pelo que prevejo uma taxa de participação a rondar os 63%.

GATO FEDORENTO ESMIUÇANDO FRANCISCO LOUÇÃ

25/09/2009

SONDAGENS PARA AS LEGISLATIVAS

25/09/2009

Nos últimos dias foram realizadas diversas sondagens para as eleições legislativas 2009. Assim, ficam aqui registadas as últimas três sondagens disponiveis antes das eleições e que são as do Público – Intercampus/ RTP – Universidade Católica / Correio da Manhã – Aximage.  

PS: 38% / 38% / 38,8%

PSD: 29,9% / 30% /29,1%

BE: 9,4% / 11% / 10%

PCP: 8,4% / 7 % / 8,4%

CDS: 7,7% / 8% / 8,6%

O Partido Socialista vence, mas ainda fica longe da maioria absoluta. O PSD tem uma ligeira melhoria em relação à votação alcançada por Pedro Santana Lopes, mas fica aquém das expectativas, mais que não seja, pelas expectativas criadas com a vitória alcançada nas Europeias por Jorge Rangel.

O BE continua a sua escalada ascendente e prevê-se que duplique o número de deputados na Assembleia da República. O PCP praticamente mantém o seu eleitorado e o CDS está em franca ascenção, tanto mais que este partido é sempre penalizado nas sondagens.

Domingo veremos se os cidadãos confirmam estes resultados, ou, à semelhança do que se sucedeu nas Europeias alteram à boca da urna o seu sentido de voto.

GATO FEDORENTO ESMIUÇANDO JERÓNIMO DE SOUSA

25/09/2009

GATO FEDORENTO ESMIUÇANDO PAULO PORTAS

24/09/2009

GATO FEDORENTO ESMIUÇANDO FERREIRA LEITE

24/09/2009

GATO FEDORENTO ESMIUÇANDO JOSÉ SÓCRATES

23/09/2009

PSD E FERREIRA LEITE FORAM TRAÍDOS

22/09/2009

A inabilidade com que o processo das alegadas escutas à Presidência da República foi gerido por parte do sr. presidente, é por demais evidente.

Em 1995 foi Fernando Nogueira, em 2005 foi a vez de Santana Lopes e em 2009 chegou a vez de Manuela Ferreira Leite ser vítima da estratégia de Cavaco Silva.

BARÓMETRO POlÍTICO DE JUNHO

13/07/2009

Manuela Ferreira Leite tem razões para estar feliz. Depois da vitória alcançada nas Europeias, tem obtido uma série de resultados em sondagens que a dão empatada com José Sócrates e para além disso, no Barómetro Político referente ao mês de Junho, obtém uma vantagem de mais de 1% sobre o PS que após uma estabilização na casa dos 36%, volta a cair para os 34,5%.

Por sua vez, o PSD foi o partido que mais subiu e passou dos 29% para 35,8%, o que representa uma subida de quase 7%, passando a ser a força política que lidera o barómetro político, coisa que não acontecia desde 2004.

O BE após um período de subidas consecutivas regista uma quebra situando-se agora na casa dos 13%, tendência essa também seguida pela CDU que volta a cair para um valor abaixo dos 8%.

A seguir a tendência de socialistas, comunistas e bloquistas, o CDS também desce ficando agora com pouco mais de 4%, um dos valores mais baixos registados pelo barómetro político para esta força política.

De referir que os partidos mais à esquerda (CDU e BE) juntos valem agora cerca de 20% e que o PSD foi o único partido a subir este mês indo buscar eleitorado a todas as forças políticas aqui representadas.

PSD – 35,8%
PS – 34,5%
BE – 13,1%
CDU – 7,7%
CDS – 4,4%

PS E PSD EM EMPATE TÉCNICO

11/07/2009

De acordo com uma sondagem encomendada pelo Correio da Manhã à Aximage, apenas 2 décimas separam PS e PSD nas intenções de voto para as legislativas, o que significa que, se as eleições fossem hoje, José Sócrates e Manuela Ferreira Leite registariam um empate técnico.

PS: 30,5%
PSD: 30,3%
BE: 13,3%
CDU:9,5%
CDS: 6,1%

Data: 10 de Julho

BARÓMETRO POLÍTICO DE MAIO

06/06/2009

No Barómetro Político referente ao mês de Maio, efectuado pela Marktest, após as cinco descidas consecutivas, verifica-se uma estabilização do Partido Socialista na casa dos 36%.

Por sua vez, o PSD que tinha tido uma descida de quase 2% recuperou esses valores situando-se agora perto dos 29%.

O BE continua a subir e está muito perto dos 15%, enquanto que a CDU, que no último mês tinha invertido uma tendência descendente,  cai novamente, desta vez para os 9%, apresentando um dos resultados mais baixos do último ano. 

Tal como os comunistas, o CDS volta a descer ficando agora com pouco mais de 7%.

De referir que os partidos mais à esquerda (CDU e BE) juntos valem agora cerca de 24% e que o PSD e o CDS juntos, que à um mês atrás estavam à frente do PS estão agora empatados com os socialistas com 36%.

VotoAssembleia200905

BARÓMETRO POLÍTICO DE ABRIL

02/05/2009

No Barómetro Político referente ao mês de Abril, efectuado pela Marktest, verifica-se a quinta descida consecutiva para o Partido Socialista, parecendo contudo a estabilizar na casa dos 36%.

Por sua vez, o PSD que estava praticamente inalterável na casa dos 28%, tem agora uma descida de 2%, ficando com 26,4%, voltando aos seus piores resultados de sempre. Recorde-se que o PSD teve uma subida apenas em Fevereiro e Março na casa dos 2% possivelmente fruto do “caso” Freeport e do descontentamento generalizado provocado pela crise nacional.

O CDS caí ligeiramente mas continua perto dos 9%, contudo, ao contrário do mês de Março, o PSD e o CDS juntos valem agora menos do que o PS.

A CDU que vinha a descer consecutivamente desde Janeiro, inverteu essa tendência e está agora com 11,2% e o BE também subiu estando agora com 13,4% permanecendo como a 3ª força política mais votada. É de referir que a CDU e o BE juntos obtêm um score de 24,6%, quase o mesmo que o PSD.

votoassembleia200904

BARÓMETRO POLÍTICO DE FEVEREIRO

05/03/2009

O barómetro político do mês de Fevereiro já está disponivel e apesar do escândalo “Freeport” o PS permanece quase inalterado, registando agora 38,2%, afastando-se contudo da maioria absoluta. Em relação ao mês de Janeiro, os laranjas acusam uma boa subida (cerca de 4%), estando agora com 28,8% recuperando os votos que tinham fugido em Janeiro para o CDS que neste momento caíu dos 9,7% para os 4,1% nas intenções de voto.

Contudo, os socialistas continuam com uma folga significativa em relação ao PSD que se cifra em mais de 9%. Em 3º lugar na tabela surge agora o BE que registou uma subida de mais de 4%, estando agora com 14% das intenções de voto, indo conquistar eleitorado ao PS e à CDU. Os comunistas registaram uma ligeira descida e se analisarmos a sua oscilação ao longo dos meses conclui-se que o eleitorado deste partido fica a rondar os 10,5%.

Mais uma vez, é de destacar que o Bloco e o PCP juntos representam agora quase 25% do eleitorado (mais 3% que em Janeiro), estando quase equiparados aos social democratas.

votoassembleia2009021

BARÓMETRO POLÍTICO

06/02/2009

O barómetro político do mês de Janeiro já está disponivel e continua-se a ver a queda do PSD nas intenções de voto. Em contraste assiste-se ao crescimento do CDS (que alcançou os 9,7%), pela transferência directa de votos da ala laranja,agora com 24,9%, para os centristas.

O PS, com 39,6%, permanece praticamente estável e a CDU (11,9%) conquista agora a 3ª posição, trocando com o BE (10,1%). Contudo pode-se considerar estes 2 partidos com a mesma percentagem nas intenções de voto até pelas constantes trocas de posição na tabela. É de destacar que o Bloco e o PCP juntos representam agora 22% do eleitorado.

votoassembleia200901